quinta-feira, 17 de abril de 2014

It's enough for me to be sure that you and I exist at this moment*

A maior homenagem que fiz foi ler os seus livros quando ainda era vivo. Morreu hoje aos 87 anos. É e continuará a ser um dos meus escritores preferidos. Até sempre Gabriel García Márquez... fica a obra fabulosa para os que ainda não leram ou para as gerações que se seguem.



*Cem Anos de Solidão

5 comentários:

Andreia Morais disse...

Já li alguns excertos e sempre fiquei curiosa em ler os livros na integra. Ando para comprar um há imenso tempo e nunca o fiz. Infelizmente digo sempre que será o próximo, mas entretanto aparece outro que acho mais «prioritário», digamos assim.
Do pouquíssimo que li, é fabuloso. Que descanse em paz! Tenho a certeza que quem leu nunca o esquecerá, e quem o fizer futuramente compreenderá porque tantos gostavam dele.

Beijinhos*

Candybabe disse...

Adorei os Cem anos de Solidão...
:(

Flor Guerreira disse...

Nos tempos de faculdade, li as suas obras mais antigas. Lia-as antes de dormir, depois do estudo. Foi meu grande companheiro. Poucos livros estão ao nível de" Amor em tempos de cólera".

Aricia disse...

Não conheço esse autor.

Fiona disse...

O mundo da literatura e do pensamento ficou, sem dúvida, bem mais pobre com a partida de Gabo. Vão fazer-nos falta os seus livros.