domingo, 5 de junho de 2011

Domingo eleitoral



Passei boa parte do Domingo com os meus pais e irmã. Fui votar e descobri que me passaram para a mesa de voto "dos mais velhos" e a minha irmã continuou na "nossa mesa de voto" de sempre... Um bocadinho contrariada lá fui deixar o meu voto na urna. Não venho falar de política, independentemente de ter ganho um ou outro, o que interessa é o que fazem os 10 milhões de portugueses, são esses que, juntos, comandam os destinos do país com as suas atitudes, escolhas e ideias.

O almoço foi muito bom, tivémos que esperar imenso por uma mesa, mas depois o bife na pedra estava excelente e o almoço foi bastante animado. E, a constatação... Os dias em que bebo (mais) álcool são os dias em que vou comer fora com os meus pais. Hoje bebemos dois jarros de uma bela sangria os 3 (a mana bebeu a sua Coca-Cola habitual)...


Estar com a minha família é algo cada vez mais importante para mim e que me dá bastante prazer.

5 comentários:

stiletto disse...

Eu, também, quase que estou na mesa dos "velhos". Quando comecei a votar, estava na mesa 5 e agora já vou na 3. E, desta vez, ainda estive na fila, o que não é, de todo, habitual. Também gosto mais de ir votar de manhã e, hoje, já passava das 17 horas. Será que os votantes da minha mesa também foram à praia ou ficaram a dormir?!

Lux disse...

Sabes querida, com o passar do tempo também fui dando cada vez mais valor ao estar com a família...
Os dias passados com eles, os almoços e jantares, são sempre agradáveis...
É do melhor que pode haver... São as pessoas, pelo menos no meu caso, com quem posso contar, seja para o bem ou para o mal!

xoxo
Lux

JUST A GIRL disse...

Eu também passei o Domingo com os meus pais. Sabe tão bem e também sabe bem beber um pouco mais do que a conta de vez em quando. Eleva-nos o espírito e reconforta a alma, além disso faz-nos sorrir espontaneamente. É muito bom:)

Dudu disse...

Engraçado, estávamos na mesma onda, também passei o meu domingo com a família e mais que nunca dou valor a estes momentos :)

Guinhas disse...

Uma das coisas engraçadas, do passar do tempo, é exactamente vermos como há alterações nos laços que temos, em especial, com a familia!Saboreamos mais as coisas e passam a ser momentos que não prescindimos!