segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Never say never


Venho de um meio humilde, mas o meio onde me movo é cheio de pessoas que nunca souberam o que é precisar de alguma coisa e não ter. Hoje ouvia uma conversa que me encheu de urticária, devo estar a fazer uma reacção adversa à pessoa...

Dizia ela a uma colega que tinha detestado a Primark, que pensava que era uma loja de roupas de marca mas estilo outlet... A colega que lhe tinha falado da loja disse: ah pois, esqueci-me que tu não gostas de coisas baratas...


Para rematar dizia: se tu ganhas 5000 euros e outra pessoa da tua idade ganha 600, foi porque tu fizeste mais do que ela e tens que ser recompensada... Isto nem sequer merece comentários!


Resumindo... Nunca fui à Primark porque está completamente fora de mão para mim. Não posso avaliar. Mas não gostei daquela atitude. Eu sei que ela tem casacos Burberry's, um iPhone, um iPad, etc etc etc... mas nunca podemos dar a vida como ganha ou como estável. Hoje sei que posso comprar roupa em lojas mais caras, mas entro em todas. Antes de começar a trabalhar não podia ter muita roupa e a que tinha era bem estimada. Não sabemos o dia de amanhã. Ninguém sabe! Não podemos ter uma atitude de arrogância perante a vida e ser tão cegos que não conseguimos ver o que se passa ao nosso lado...

Foto: Florence Welch

6 comentários:

Petra Pink disse...

ohh linda... não falta gente assim! acham que são aquilo que vestem.
Carteiras cheias e cabeças vazias e ocas...
opções...
beijo grande.

Bé* disse...

Não podia estar mais de acordo! Beijinho*

Anónimo disse...

Querida Single tear, gosto mesmo mesmo muito do teu blog. A tua coragem, a tua força e a tua humildade são um exemplo para muitos. Repito: gosto mesmo muito de te ler. Parabéns!

Ana disse...

Vivemos num mundo de aparências é o que é. Há pessoas que só conseguem ser assim - fúteis toda a vida.

Beijinho querida :)

teardrop disse...

Caro(a) anónimo(a),
Muito obrigada pelo simpático comentário! É bom saber que conseguimos que gostem de nós através de palavras e à distância de dois monitores.

Nokas disse...

Infelizmente há pessoas assim, que não dão valor ao que têm porque sempre tiveram tudo.