quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Teardrop e Placebo

Quando nos conhecemos eram estes os nomes que utilizávamos. Uma amizade que surgiu no velhinho mIRC. Fiz-me esquisita e hesitei em aceitá-lo como padrinho. Sabia lá eu que os padrinhos é que escolhiam as afilhadas... Mesmo assim, ele insistiu.

Foi a primeira e única pessoa que conheci na net e que aceitei conhecer pessoalmente. Falávamos quase todas as noites. Trocávamos mensagens ao longo do dia. Aos poucos fui começando a perceber que ele era diferente dos outros. Estava a atravessar uma fase em que a última coisa que queria era apaixonar-me por alguém. Mas ele entrou no meu mundo do mesmo modo que permaneceu, com uma doçura e um carinho que eram como nos sonhos.

Lembro-me perfeitamente do dia em que descobri que estava apaixonada por ele. Era um almoço das pessoas da faculdade que costumavam andar pelo canal do mIRC e fomos de metro da Cidade Universitária até ao Parque das Nações. Lembro-me que ele ia com uma camisa verde seco, uns jeans e as Dr Martens azuis. E a mochila, ele andava sempre de mochila. No metro, uma das moças mais espevitadas, carinhosamente apelidada por nós como a loira, agarrou-se a ele para não cair. Quando vi aquilo percebi imediatamente que aquele sentimento não era apenas ciúme de afilhada.

E foi num sábado à noite, precisamente há 9 anos, dia 27 de Outubro, que através da internet confessámos o nosso amor um pelo outro. E a única coisa que prometemos um ao outro foi tentar que as coisas funcionassem. E tivémos que esperar até segunda-feira para iniciar formalmente o nosso namoro.
Then I see you standing there
Wanting more from me
And all I can do is try
Then I see you standing there
I'm all I'll ever be
But all I can do is try
Try
All of the moments that already passed
We'll try to go back and make them last
All of the things we want each other to be
We never will be
And that's wonderful, and that's life
And that's you, baby
This is me, baby
And we are, we are, we are, we are
Free
In our love
We are free in our love
Try - Nelly Furtado

11 comentários:

Dudu disse...

O AMOR é mesmo lindo, parabéns :)

Miss Murder disse...

Que bonito!

Que assim seja por muitos anos!

Ana disse...

Que história linda :) muito parecida com a minha, em alguns pontos :) também foi o irc que me juntou ao meu menino :)

Beijinho querida :)

Lux disse...

Que lindo!
Há histórias mesmo muito curiosas... Eu conheci o Mr. T. devia andar no 9º ano, e aos 24, num jantar encontramo-nos... Sabíamos que nos conhecíamos, mas não nos reconhecemos, naturalmente... Estava a separar-se e tinha na altura um filhote com 5 anos! Desde esse dia, estamos juntos vai fazer 5 anos!!!
O que tem que ser, tem que ser!

xo xo
Lux

NA disse...

Parabéns! Bjs

Lipa disse...

Muitos Parabéns :)))) Divirtam-se :)

verniz escarlate disse...

Acho que o Mirc foi responsável por muitos relacionamentos estáveis de há muitos anos. O meu inclusivé ;) já lá vão dez anos. Está para durar espero eu.
Ainda hoje tenho saudades do barulho que o velhinho modem fazia antes de ligar a net! saudosismos vá.

Petra Pink disse...

hehehehehe que bom... o amor realmente dá-nos uma segurança e felicidade dificeis de alcançar com outras coisas...

teardrop disse...

Obrigada a todos pelos comentários!

Verniz Escarlate, do que me lembraste agora... O barulho do modem, que saudades! E a net sempre a cair nos momentos mais interessantes! E não podermos ter telefone porque estavamos a ocupar a linha!

Ai ai... Foi mesmo há muito tempo!

Beijinhos para todos!

Gracinha disse...

Xiiii, o velhinho do MIRC, onde eu ia um bocadinho todos os dias, com a maior paciência do mundo pk tinha de puxar o fio do telefone para ligar atrás no PC! Quantas histórias, realmente. E a tua é muito bonita :)

Tenho a sorte de ter conhecido bons amigos na net, afinal nem tudo é mau por estas bandas!!

Beijinhooo

Deia disse...

Uma bonita história de amor.
Parabéns!
bjs