sábado, 19 de julho de 2014

Diz que o meu fim-de-semana foi cancelado!

Este não era o suposto post a escrever quando faltam exactamente 3 meses para o meu casamento mas, na verdade, o que vou escrever é capaz de ser mais importante.
 
Muita gente acha que eu tenho um emprego santo... sim, quando corre tudo dentro da normalidade, é capaz de ser o melhor emprego do mundo. Mas, a normalidade, acontece... quase nunca! E não me queixo nada... Repito os cenários tantas vezes quantas as necessárias, as mudanças que nos impõem são algo a que não podemos fugir e há que refazer todo o trabalho. Se é cansativo, sim. Mas aprende-se, ganha-se destreza, percebem-se melhor pontos que eventualmente numa próxima vez, com menos treino, nos poderiam passar despercebidos.
 
E isto para dizer que estou a trabalhar em contínuo desde as 10 horas. Almocei, mas mais valia não ter colocado nada na boca. Quando estou assim não vale a pena tentar comer. Amanhã a jornada será semelhante para, na segunda-feira, estar tudo pronto como era suposto. O fim-de-semana foi cancelado? Sim, mas não estou nem um bocadinho chateada. Porque a estrada faz-se caminhando e eu quero continuar a trilhar o meu caminho. Sei que estou sozinha nesta estrada e só eu a poderei percorrer. Já dei muito de mim aos outros, está na hora de olhar por e para mim.
 
Em conclusão, o casamento pode ser daqui por 3 meses... mas estou sozinha no dia de hoje, tal como tenho estado em toda a organização da coisa. Alguém ficou de fazer um jantar mais ou menos de celebração, mas até agora ainda não apareceu em casa... Onde me agarro? Logicamente, ao meu trabalho.
 

5 comentários:

Nadinha de Importante disse...

Um emprego santo,queria uma coisas que não fosse preciso pensar, stressada, trabalhar em casa, fora de horas, e que pagasse bem. Mas, isso não existe, pois não?

Estrelinha Sónia disse...

às vezes apetece bater com a porta! Espero que as coisas melhorem e acima de tudo que não te sintas sozinha numa coisa que deve ser divida a dois.
Beijinho e muita força

Carolina disse...

Ultimamente tem "reclamado"bastante da ausência do seu quase-marido... Sente-se mesmo preparada para dar o passo do casamento, é que quer-me parecer que se ele é assim agora, nada o vai mudar...

Não leve a mal, é só uma opinião, dado que a " vejo" muito desanimada :(

Lady Cat disse...

Às vezes os homens não entendem a necessidade que temos da companhia e do apoio deles... São uns totós! A mim parece-me que tens que conversar com o teu namorado de forma a entenderem-se, às vezes eles só precisam de perceber que precisamos deles e mudam a sua atitude :-) ainda falta bastante para o casamento... Tudo se há-de compor* muita força querida!

A Pimenta* disse...

Não há empregos santos. Hoje em dia uma pessoa tem de dar o litro para mostrar o que vale. Não é de todo fácil. Mas tens garra para isso!