quinta-feira, 12 de junho de 2014

Voluntariado à nossa Moda

Não gosto muito de falar sobre estes temas no blog... mas desta vez considero importante. Moro no centro de Lisboa. A minha disponibilidade é pós-laboral e, sei, existem imensas pessoas que poderia ajudar neste tempo que tenho e que QUERIA dedicar a alguém. No entanto, esta parece ser sempre uma enorme barreira.

Há cerca de 4 anos que tento ser voluntária de uma série de causas. Sempre sem sucesso. A frustação toma conta de mim alguma vezes, existem momentos em que não consigo lidar com a rejeição, mas depois a esperança e a vontade de ajudar renascem e volto a tentar. Volto a defrontar-me com dificuldades que não compreendo e pareceres negativos que ainda fazem menos sentido (sim... não tenho todo o tempo do mundo, mas tenho tempo que gostava de dedicar a alguém). Sou profissional de saúde, parece que afinal não é uma mais-valia. Candidato-me porque gostava MESMO de participar em algo maior, com a paixão que julgo ter e porque gostava de aprender o que não sei, aprender a ser melhor... pessoa e profissinal.

Não consigo abraçar nenhum projecto por razões distintas que não me fazem sentido. Já participei em acções pontuais deste cariz e acho que fui útil. 

Para alguém que precisa de se superar e ajudar a si mesma, talvez dedicar algum tempo a quem precisa fosse uma ajuda preciosa. 

Peço desculpa pelo desabafo, mas não compreendo como se faz voluntariado neste país que tanto precisa.......... (e o quanto eu tenho tentando!)

A única coisa que eu queria era ajudar. Só isso!




P.S. Se alguém me conseguir ajudar... agradeço imenso!!!


6 comentários:

Effy Stonem disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Coisas que Faço disse...

Olá Teardrop!

Já acompanho o teu blog há algum tempo, mas só hoje me tornei seguidora, vá-se lá saber porquê! Adoro a forma como escreves e a tua sinceridade :)

Em relação ao assunto deste post, só posso dizer: como te compreendo!

Um beijinho
http://coisasquefaco2014.blogspot.pt/

Ella disse...

Como é que se rejeita ajuda? Não faz sentido... toda a ajuda é necessária. mesmo que por pouco tempo ou pouco ou não qualificada. Mas aposto que se te fosses voluntáriar para dar dinheiro em vez de ajuda já tinhas 20 mil associações a perna. Realmente... :s
Eu só fiz para o banco alimentar uma vez mas adorava voltar a repetir ou fazer algo diferente.

Adriana disse...

BOLAS, NÃO CONSIGO PERCEBER, mas recusam a tua ajuda porquê? é preciso obedecer a requisitos para se fazer voluntariado?
coisa mais estranha, realmente o nosso país, valha-me Deus!

rosa_chiclet disse...

estou chocada..
Quando podes ter sido recusada.

e é mais doq eu normal não teres todo o temo do mundo..

Se souber de alguma coisas indico-te :)

kisses***

Raven disse...

Conseguia-te ajudar se explicasses mesmo quais as dificuldades que encontras. Eu faço voluntariado há vários anos, em várias frentes e sempre foi fácil.