segunda-feira, 17 de março de 2014

Ser filha...

Durante anos achamos que um dia vamos conseguir dar aos nossos pais aquilo que eles merecem. Ideia utópica. Raramente conseguimos fazer aquilo que achamos que eles merecem... Posso proporcionar-lhes experiências diferentes que, sei, de outro modo não teriam oportunidade de viver, mas não posso dizer à minha mãe para deixar de trabalhar.

Quando estava no secundário ainda tinha estas esperanças secretas de um dia poder dizer: mãe, é a tua altura de aproveitares a vida depois de teres sacrificado tudo por nós. Mas aos 30 anos sei que não é possível. Se dói? Sim. Mas sei que fiz e faço tudo o que posso. Assim como a minha irmã. 

Ao contrário de muitos filhos, fomos nós que tivemos que ajudar os nossos pais em determinadas alturas. E é um sentimento triste...


17 comentários:

A Pimenta* disse...

De certeza que os teus pais sabem que poderão contar contigo e com a tua mana para tudo. E isso é o mais importante*

Estrelinha Sónia disse...

O mais importante é os teus pais saberem que vocês vão estar sempre lá :)

Pusinko disse...

A frase da 2a imagem resume tudo. Também pensava isso em garota e adolescente. a realidade adulta é bem diferente, mas continuo a proporcionar o melhor que posso, tal como o meu irmão. Os nossos pais merecem tudo o que de bom lhes pudermos dar. Muitas vezes um abraço e estar presente faz toda a diferença.

Beijo

Miss Purple disse...

O que acaba por ser importante é que nós temos de estar lá como eles estiveram, estão e irão estar para nós.
É triste, não pensamos que um futuro seria assim. Mas ainda bem que puderam ajudar.

Estouvadita disse...

É um sentimento nobre da tua parte em relação à tua mãe! Elas merecem tudo! Só depois de ser mãe é que valorizei muito mais a minha!

Ana Rita disse...

Concordo com todas as palavras. Como não posso ajudar a que deixem de trabalhar, sempre que estou com eles ajudo nas tarefas domésticas. :)
Beijinho

Jo disse...

Sinto frequentemente esta necessidade de retribuir tudo o que os meus pais me dão, tudo o que fazem por mim... Sei que não é fácil, duvido mesmo se será possível, mas quero muito retribuir dentro daquilo que posso fazer. É realmente uma bênção ter uns pais assim, os melhores do mundo.

Ana D. disse...

Dificilmente vou conseguir retribuir tudo o que fizeram e fazem por mim, mas ainda gostava de lhes tirar algumas preocupações por muito poucas que fossem

Vee disse...

O amor de um filho é a retribuição mais importante, acredita.

O Blog da S. disse...

Feliz dia do Pai!

medusa disse...

apoiarem-se uns aos outros é serem uma verdadeira família

Miguel Alexandre Pereira disse...

Acho que sentires um imenso orgulho por eles é o melhor tesouros que lhes podes dar. Isso é o maior presente que um pai pode ter :)

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

DiliciousBlush disse...

O que importa é que são uma familia unida que se entreajuda :)

Cláudia disse...

Também eu tenho a mesma ideia, não que ela deixe de trabalhar pois já é reformada, mas de proporcionar-lhe e pagar-lhe alguns investimentos que fez em mim. Mas está difícil, para não dizer impossível =S

Beijocas

C*inderela disse...

Já terem duas filhas que estão lá para o que for preciso, já deve ser uma alegria para os vossos pais. Nem todos os pais têm a mesma sorte ...
Bjokas*

PT disse...

A ajuda é mútua. Vivemos hoje numa sociedade que mais ou menos dita que os pais tem muitos deveres para com os filhos e estes nem por isso. É mentira.

A realidade não é aquilo que nos disseram.

marta disse...

Como te compreendo...