quinta-feira, 6 de junho de 2013

Ainda da escolha do carro... Ou do ser e parecer!

Da lista de carros que tinha para escolher, acabei por seleccionar 3 para ir ver aos concessionários. Como já devem antever, eram da marca Volkswagen. 

O querido quase-marido disponibilizou-se para ir comigo conhecer os carros para eu poder decidir qual a viatura que me vai acompanhar nesta minha aventura no novo emprego.

Posso dizer-vos que em dois concessionários da mesma marca tive experiências completamente diferentes.

No primeiro a que fomos não tinham nenhum dos 3 modelos para ver e o colaborador que nos atendeu não se mostrou minimamente interessado em ajudar-nos. Foi, pelo contrário, bastante arrogante. Eu estava com a minha roupa de trabalho habitual e não levava uns Louboutin calçados, eram uns modestos Zillian. Para além de pouco interessado, ainda mostrou um lado que me irritou particularmente porque falou do carro que eu acabei por escolher como sendo um carro para homem, quase escandalizado por ser uma hipótese para a minha modesta pessoa (ainda por cima gaja)... 

No dia seguinte a coisa correu bastante melhor e consegui ver os modelos e ver como me sentia ao volante das minhas diferentes opções. O senhor que nos atendeu foi incansável e respondeu a todas as minhas perguntas!

Geralmente algumas pessoas esquecem-se que, depois  da compra do carro, quem anda com ele é que escolhe onde lhe dá mais jeito fazer revisões e afins (que também dão dinheiro aos concessionários), que é o caso do sítio onde trabalho, pelo que o meu carrinho não vai pôr os pneus naquele sítio onde trabalha o senhor machista... e mal ele imagina que nem sequer são os Zillian que vão pôr as solas nos pedais, mas sim uns quaisquer chanatos, porque eu nunca conduzo de saltos...
Evangeline Lilly

18 comentários:

Roger disse...

Infelizmente existem maus profissionais em todo o lado :/

Paula Nogueira Guerra disse...

Há vendedores e VENDEDORES!
Boa sorte xxxx

clara disse...

Será que o interesse dele não é vender? Eu também nunca conduzo de saltos!

MaR disse...

As pessoas não querem vender... Faz-me imensa confusão! :|

Enfim...O que interessa é que a situação já está resolvida! ;)

Rita disse...

Eu gostei bastante deste, estou curiosa para experimentar mais produtos desta marca! :D beijinhos

Jo disse...

Há gente muito estúpida mesmo. Felizmente, quando andava à procura de carro, fui muito bem tratada em todos os concessionários a que fui... e olha que fui a MUITOS!!

verniz escarlate disse...

Era coisinha para mudar logo o rumo da minha escolha... E olha que dizia-lhe duas coisinhas...

Vee disse...

Dá-me graça as pessoas julgarem as outras peça aparência porque estão mesmo a pedir para serem enganadas.
É um vendedor(zinho) de ligeiros porque se trabalhasse na minha área a fazer julgamentos desse género iria perder muitas boas vendas (de clientes que pagam mesmo).

Maria disse...

há gente que parece que não quer vender *

Nadinha de Importante disse...

Gosto pessoalmente disso, quando vamos comprar alguma coisa e o vendedor quase que não nos quer atender!! Só tenho vontade de virar as costas e sair.

Just a Lady disse...

Não gosto nada desse tipo de pessoas. Às vezes apanho com cada um, haja pachorra...

Framboesa (uma diva de galochas) disse...

Xiii...eu por acaso tive sorte...e na altura (Verão) andava super desportiva de havaianas...Mas aconteceu-me algo semelhante qd entramos na gucci de NY:ninguém nos ligou nepias...ate arregalaram os olhos quando dissemos que queriamos 3 relogios, mas se eles não queriam vender podiamos ir a outro lado...ihihihihi

marissa disse...

Há profissionais e profissionais...

Nokas* disse...

Comigo passou-se algo semelhante quando marquei as minhas férias de verão. Numa das agências senti que fui tratada como mais uma que devia andar interessada em ver viagens mas nada de as marcar e noutra das agências o tratamento foi completamente diferente. Por isso a escolha da agência foi bastante óbvia para mim: onde fui bem atendida e esclarecida.
Detesto quando julgam as pessoas só porque não vão vestidas com Saccor e afins.

S* disse...

Não gosto de gente que não sabe ser profissional.

DiliciousBlush disse...

É incrível como com a crise que esta haverem pessoas que sao ao luxo de nao serem profissionais

Palavra Já Perdida disse...

Realmente ... há pessoas que enfim !

Smelly Cat disse...

Só por causa das tosses, eu passava-lhe mesmo à porta com o carro... (em dia de chuva e por cima de uma poça de água!)