terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Bocadinhos secretos de mim (parte não sei quantas)

Esta que vos escreve sonha com o dia do casamento, como já devem ter percebido. Mas a verdade é que nem sempre foi assim.


Antes de conhecer aquele a que chamo quase marido (porque apesar de vivermos juntos há mais de 3 anos, não somos casados), não pensava em casar. Aliás, pensava mesmo que ia ser mais feliz sozinha e dedicar-me em absoluto a uma carreira. Imaginava-me com uma criança, adoptada apenas por mim. Sim, parecem sonhos estranhos mas eram os que eu tinha. Simplesmente acreditava pouco nas relações amorosas mas queria ter a minha família (mesmo que fosse algo disfuncional).

Aos 17 anos conheci a pessoa que mudou por completo a minha visão da vida e do amor. E sim, se quero muito casar, foi porque ele me fez acreditar que é possível ser feliz ao lado de outra pessoa, que o amor verdadeiro e incondicional existe. Que podemos ter alguns momentos mais complicados, mas aqueles que sobressaem são os bons e os que fazem tudo valer a pena. 

Por isso continuo à espera, continuo a acreditar. Porque não se muda um plano de vida só porque sim. Tem que ter um fundamento...

Nota: sim, hoje estou novamente sem ele, depois de ter regressado de uma semana fora no outro lado do Atlântico, e estou lamechas...

41 comentários:

Márcia V. disse...

Com o passar dos anos alguns anos vão mudando e neste caso mudaste para um sonho bem bonito,o importante mesmo é teres essa pessoa especial ao teu lado.

Blackbird disse...

Comigo aconteceu mais ou menos o mesmo :)

*C*inderela disse...

Eu como sou sempre do contra, também nunca sonhei com o casamento, nem mesmo nos primeiros anos de namoro. Sempre disse que não era um papel que determinava os nossos sentimentos. Olha agora?! Foi a melhor coisa que me aconteceu. Na altura tinha 16 e agora tenho mais dez, muita coisa mudou, a visão do mundo é outra, a maturidade é outra :P

Bjokas

anokas disse...

Eu ainda penso como tu pensavas antes de conheceres o amor da tua vida, pode ser que tal como tu um dia mude de ideias.

Anónimo disse...

Eu sonho muito com esse dia, mas antes tambem não pensava assim, quando era nova pensava que queria ser mae solteira aos 16 e que nunca ia querer casar. Mas com o tempo essa ideia mudou, e percebi que tenho de esperar ate ter uma vida estável para ter filhos, e que quero muito casar quando encontrar alguem que me ame de verdade e me dê o devido valor.

rosa_chiclet disse...

o teu dia há-de chegar.. vá e força que ele volta...

kisses***

Pequeniña disse...

Os nossos sonhos vão mudando e ainda bem que assim é :) *

Palavra Já Perdida disse...

Se os sonhos mudam para mais alguma coisa, ainda bem. É sinal que temos mais sementes pra plantar :)

Palco do tempo disse...

nos crescemos e os sonhos mudam :)
um dia o teu dia chega :)

Little Star disse...

Esta é mais uma prova que vamos mudando consoante o que nos aparece na vida e consoante quem aparece no nosso caminho. E mudar é bom, assim como realizar os nossos sonhos! Casei no ano passado e... é um dia super hiper especial! AMEI cada segundo! =) Força nisso! =P*

Isa Machado disse...

EU também não acreditava nisso, mesmo tendo tido um anterior namorado, nunca acreditei nisso. Talvez porque ele não era o tal!
Agora encontrei o amor da minha vida, e acredito que irá acontecer!

Beijinhos

Panda disse...

Eu também era assim =) e depois de 10 anos de namoro ele lá me convenceu... ehe h

Anónimo disse...

E porque não lhe pedes tu em casamento? Acho que o tradicional já era... Força :)

Roger disse...

A minha namorada também mudou a minha maneira de ver as coisas :)

Patrícia Teodoro disse...

A isso chama-se crescer e aprender a viver. E ºe tão bo quando nos sentimos completamente felizes só por gostarmos verdadeiramente de alguém.

Mar disse...

Lamechas também é bom, o e que fazes na verdade estas a dar valor a Felicidade que tens e a quem te faz Feliz :) tão bom quando pensamos ter tudo definido e a vida gira e muda tudo para melhor:)
Boa semana minha linda, beijinhos <3

sandra disse...

Quano alguém muda a nossa maneira de ver a vida é porque ele é mesmo a tua metade,não estás a ser lamechas o amor verdadeiro é mesmo assim ,bjinhos

OrquideaBranca* disse...

eu também nunca pensei em querer sair de casa e andar para a frente :) a agora estou mortinha que isso aconteça :) porque ele é mesmo o melhor deste mundo para mim :P

Ana Rita disse...

Em tempos também era contra, mas isso acontecia porque não estava com a pessoa certa e, acontecendo, seria por pura tradição. Agora, sonho também com esse momento, um momento que quero que seja intímo, só nosso. Porque considero importante, deixar de o tratar como mero companheiro e declará-lo o homem da minha vida! :)

lena disse...

A vida é assim. Fazemos planos e alguns até melhoram mais do que pensamos.
Beijinhos grandes.

Jovem $0nhador@ disse...

É bom acreditar assim no amor, eu sempre acreditei embora com algumas desilusões pelo meio! Que sejam sempre muito felizes juntos!

Jo disse...

Sempre tive o sonho de casar. Não sei se era bem um sonho, era uma vontade, era assim que me via dali a não sei quantos anos. Mas claro que desde que ele apareceu a coisa intensificou-se um bocadinho. Mas por enquanto já ficava muito feliz de viver com ele. Agora que 'falo' nisso, lembro-me de querer muito viver sozinha um dia... depois da minha independência financeira e antes de me casar, lá está, (isto quando eu pensava que por volta dos 20 já ia ter tabalho e sair de casa... right..!!) mas esse desejo foi abandonado... agora quero viver com ele! :)

Marta disse...

Eu acho que todas nós sonhamos em casar, mais cedo ou mais tarde. É um dia mágico e para mim, nada lamechas. Agora, há casamentos e casamentos.

Marga disse...

lindo :)

Cláudia disse...

Já tinha 21 quando encontrei O amor. Nunca tinha pensado casar até aí e também não posso dizer que comecei logo a pensar, mas um par de anos depois começou a fazer sentido. Não aquelas cerimonias gigantes de centenas de pessoas, não todo aquele festim de vestidos e bolos e decoração. Algo simples, muito íntimo, pouco mais do que somente nós os dois. Ainda não o fizemos um pouco por inércia. Mas sabemos que é só uma formalidade, o resto está tudo lá...

Anónimo disse...

Tens um coração solidário? Clica aqui.

May disse...

ohhh, quando pensamos que temos tudo estipulado, o amor baralha-nos os planos!!

Karina sem acento disse...

Eu também era assim. Dizia que ia viver para uma carreira. Mas depois conheci o meu marido, e tudo mudou.

MC- Maria Capaz disse...

EU acho que mudamos a nossa opinião em relação a alguns coisas com a idade e com as pessoas que vão aparecendo :P

Maria disse...

Quanto mais te leio, mais acho que dás demasiada importância - exagerada, até - a essa instituição chamada casamento.

Estás com esse homem há 11 anos, vivem juntos há 3 e, mesmo assim, não o consideras um marido? Como podes achar que "marido" é apenas aquele homem que casa contigo e isso fica registado num papel?

Não sei porque razão ele não te pede em casamento e não te faz a vontade (que mais parece coisa de menina mimada) e nada tenho com isso. Mas pelo que escreves aqui, tens do teu lado um homem que te ama e estará sempre aí para ti.

O que pode ser mais importante do que isso?

teardrop disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
teardrop disse...

Cara Maria,

O post demonstra exactamente o contrário do que diz o seu comentário. Ele é chamado quase marido exactamente porque não gosto da palavra companheiro e também acho que já não é só namorado. Se há coisa que não sou é menina mimada e se lê o blog como diz, acho que se percebe isso.
Casar é apenas um sonho como tantos outros, acho que me é permitido sonhar com o que me apetece. Além do mais nunca ninguém viu aqui a descrição do casamento com que sonho.
Se ele não me pede em casamento, bom, provavelmente é porque sabe que continuaremos juntos mesmo que isso não aconteça. Ou então é simplesmente porque eu, no fundo, sou uma pessoa intragável.
Este blog é um diário para mim e escrevo nele os meus sentimentos.
Quem o lê, também sabe o valor e a importância que ele tem para mim!
O meu querido lê o blog, por isso nada mais há a dizer...

Maria disse...

Não era minha intenção ofender-te a ti e o facto de te ter comparado a uma menina mimada prende-se apenas por considerar que te debates constantemente sobre esse assunto. Por vezes parece que o facto de ele não te pedir em casamento é algo que te consome por completo, como se fosse isso que fosse fazer a diferença.

Esta é a minha forma de interpretar o que leio, simplesmente por nada conhecer da tua pessoa.

Anónimo disse...

É normal as pessoas mudarem de opinião :D

Scarlet Red disse...

Eu sinto-me casada há 11 anos e nem sequer vivemos juntos ;)

Anónimo disse...

O amor existe!
Aproveita! :)

Poppy disse...

Vamos crescendo e os sonhos crescem connosco :) Eu era assim em relação a ser mãe, nunca tinha dito nem expressado nem sentia o desejo de ser mãe, mas hoje em dia sei que é um sonho :)

Nós mudamos e ainda bem.

Um bom fim de semana*

M. gato dos botões disse...

Eu cansei de esperar... passados 8 anos e meio de namoro e já vivíamos juntos há 7 e com um filhote de 2 anos... cansei de esperar, um dia fez-se luz e pensei "se não pede peço eu" e assim foi... juntei fotos nossas dos últimos anos... arranjei uma desculpa esfarrapada para irmos ao sítio onde nos conhecemos (e foi amor à primeira vista) e entreguei-lhe um envelope com as fotos e o "casas connosco?" (o filhote tb pediu) e pronto... 9 meses depois casamos e eu grávida de 6 semanas do 2º filhote :D

O Blog da S. disse...

Também já passei por algumas coisas, mas tiveste sorte, aos 17 anos conheceste a pessoa certa, eu tive que esperar quase 30 e levar muito pontapé pelo meio...

Um grande beijoca.

sakura disse...

até tenho medo de um dia mudar o meu plano que vida, que é igualzinho ao que tinhas. não porque acho errado, mas secalhar porque ainda ninguém me fez mudar de ideias.

Someone* disse...

neste momento penso exactamente como tu pensavas antes :)