quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Veneno


Ouço os passos nas escadas. Estou de costas mas consigo reconhecer quase todos os que sobem. Nesse momento em que sinto o cruzar da porta, sinto-me ligeiramente nauseada. Para o veneno que transmite não preciso de antídoto. Infelizmente a vida fez-me criar anticorpos contra ele. Estou imune. Não abro a boca. Nas costas dos outros vemos as nossas. Sinto que o veneno consegue penetrar na corrente sanguínea de algumas pessoas, mas alegra-me perceber que a maioria já conseguiu arranjar antídoto.

Intrigas? Inveja? Diz-que-disse? Dispenso. Pergunto-me como há pessoas que vivem bem a estragar as relações dos e com os outros.

Paz. Luz. Felicidade. Harmonia.

9 comentários:

rosa_chiclet disse...

intrigas longe...

fazes bem porque só dá cabo do nosso espírito..

kisses***

*C*inderela disse...

Eu já estou vacinada contra isso tudo.
É manter longe dessas pessoas e ignorar.

Bjokas

Filipa disse...

Amen!

Um dia mordem a própria lingua e provam do próprio veneno!

=)*

Flor Guerreira disse...

Como disse a Filipa, um dia morrem por ter trincado a lingua e comido o próprio veneno!

colibri esverdeado disse...

É mesmo não deixar entrar nada dessas bactérias energéticas! E nada melhor para reforçar a imunidade que um concerto de Bush, adorei! E pode ser que tenhas a tua oportunidade para o ano, eles garantiram voltar ;)

Nokas* disse...

"Nas costas dos outros vemos as nossas." Ora bem, concordo totalmente!
Eu ainda tenho de ganhar algum traquejo para lidar com intrigas e invejas mas os dias passam e ensinam.me a lidar com isso e a deixar para trás essas energias negativas que por vezes as pessoas teimam em nos enviar!

Golden disse...

Cuidadinho co pessoas tóxicas. O melhor a fazer é mesmo ignora-las...

O blog da S. disse...

Tem mesmo que ser, temos que nos proteger. :)

AvoGI disse...

nao ligues a isso
kis :=)