segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Incensos, pedras, velas, boas energias... venham a mim!

Tinha que estar sozinha nesta bela cidade para me acontecer esta merda. Assaltarem a carrinha durante a noite. É maravilhoso começar a manhã a olhar para o carro com o vidro partido, as portas de trás abertas e as pessoas a passarem (mesmo a que nos conhecem de vista) sem perguntar simplesmente "precisa de ajuda" ou "está bem?".


Mundo miserável este em que vivemos. Para além de me deparar com aquele cenário ainda senti a revolta pela indiferença dos outros. Só quem já passou por isto consegue perceber o quão difícil é entrar no carro com tudo o que é nosso espalhado, remexido, tocado por alguém que só me pode causar repulsa.


Será que posso ter descanso até ao final do ano? Muito agradecida.

13 comentários:

ML disse...

Tchiii... :( Que frustração que deve ter sido. Fizeste participação à polícia? Faz!

Eu já tive o desprazer de sentir essa sensação de impotência, assaltaram-me uma vez o carro e fiquei impávida sem saber o que fazer e como agir. É horrível.

Ana disse...

:( Também nos assaltaram o carro há umas semanas. Não partiram vidros, mas deixaram a porta esmurrada. Quanto à indiferença das pessoas, que se pode dizer? É triste, muito mesmo.

Força, sim? Beijinho, querida

x. disse...

Querida força.. Eu infelizmente também já passei por isso duas vezes.. É uma sensação terrível :(

kisses***

Dear Daisy disse...

:o!!
Infelizmente é esse que vai ser o dia-a-dia :(
Falo tanto pelos assaltos como pela indiferença das pessoas. Já não parecem humanos.
Só se preocupam quando lhes toca.
Que ultrapasses isso da melhor forma.
Beijinho grande.

Lux disse...

É difícil...
Tive um carro que foi assaltado duas vezes numa semana.
É uma sensação de invasão de privacidade horrível (para além da despesa, claro!).
Mas vai tudo correr melhor... Pensa positivo para atraíres coisas boas!

Lux

Dudu disse...

Daqui seguem as minhas energias positivas e para que ultrapasses logo esse mal estar. Quanto à indiferença dá vontade de gritar, eu fui assaltada há uns anos por esta altura em frente de lojas de comércio com pessoas à porta que assistiam impávidas à minha resistência perante o assaltante, claro que não levei a melhor, ninguém ajudou e como fiquei sem o telm. ainda pedi por favor entre lágrimas e nervos para me deixarem ligar para a policia porque ninguém teve iniciativa.

Nokas disse...

Também já me aconteceu, até tive pesadelos...

Petra disse...

Oh nunca fui assaltada felizmente... também não uso carro... Mas imagino o stress, a raiva e o nojo e impotência que sentimos ao ver tudo que é nosso remexido.
Quanto a indiferênça dos outros, senti-a durante os 3 anos que vivi em Lisboa.
E quando me mudei para uma vila pequenina onde trabalho, pareceu-me outro mundo..... beijão e espero que tudo se resolva depressa-

Sissi disse...

Também ja me assaltaram o carro em frente a casa... lembro me bem desse dia, foi no dia em que fui ver os Muse ao Rock in Rio...

Fiquei na casa dos meus pais em Lisboa (por insistência do meu irmão que ficou com medo que fizesse uma hora de viagem sozinha as tantas da noite.. ) e de manhã vou a sair para voltar para casa... vidro partido... tudo remexido, enfim... o panico... isto tudo, penso eu, porque deixei o suporte do gps colado ao vidro (so o suporte porque o gps estava comigo!)... nunca mais voltei a deixar nada a mostra no carro!

Foi uma sensação horrivel, e mais lindo foi percorrer a A8 quase toda com o vidro todo partido:S

stiletto disse...

O carro nunca me assaltaram mas, quando andava na faculdade, fui assaltada no comboio. É horrível!

Fiona disse...

Oh teardrop... :( Já fizeste a participação na polícia?

Faz-me confusão a forma cada vez mais impessoal com que nos relacionamos com as pessoas. Parece que já todos são demasiado importantes para ajudar o próximo.

Um grande beijinho para ti!!

Candybabe disse...

É uma sensação indescritível, já me aconteceu, mas no meu caso não estragaram nada e depois de vasculharem o interior até fecharam a porta... Mas mesmo assim entrar no carro quando uma pessoa estranha lá andou... é muito esquisito...

Vaca na Lua disse...

Sei qual a sensação, não no carro mas na casa... E apenas de posso de facto é mandar boas energias e uma forcinha!


Bjito directamente da Lua