sábado, 7 de maio de 2011

PQP o cancro (parte II) - o final

Foi a 8 de Janeiro que aqui escrevi sobre a tristeza que sentia por uma das melhores pessoas da minha família ter sido diagnosticada com cancro. Hoje, 4 meses depois, essa pessoa partiu. Vou guardar as boas memórias que tenho dele, sim, são mesmo todas coisas boas. Nos almoços grandes de família em que ele se metia comigo e com a mana por sermos muito caladinhas, por ter sempre um sorriso e uma piada, por ele e a mulher terem ajudado sempre os meus pais quando eles precisaram, por nos terem feito sentir que podiamos contar sempre com eles sem pedirem nada me troca. Perdemos uma excelente pessoa, o céu ganha mais um estrela brilhante.



O cancro ganhou mais uma batalha, eu e a mana vamos continuar a nossa luta contra ele, cada uma à sua maneira, nas profissões que escolhemos.



Descansa em paz, MR.

23 comentários:

*Lili* disse...

Lamento muito minha querida, mas infelizmente também eu conheço esse sentimento de perder alguém querido por culpa de um cancro... Não é fácil... Mas o tempo tende a curar as feridas que restam no nosso coração. Muita força*

http://realdreams-liliana.blogspot.com/

Purple disse...

Lamento imenso. Infelizmente o cancro rouba demasiadas pessoas que fazem demasiada falta.

Beijinho grande e força

Noir disse...

Lamento muito. Mantenham-se fortes. *

Lady Me disse...

Lamento muito querida...

Muita força para ti e para a família.

Soinita disse...

Lamento muito Tear.
Um grande abraço.

Pipoquinha disse...

Lamento imenso...também perdi pessoas queridas devido a essa maldita doença...

Muita força!

Sissi disse...

Sei o que sentes... o meu avô também partiu devido ao cancro e a minha avó está a lutar contra o cancro...
Como eu te entendo...

Beijinho grande e força ***

Margarida disse...

Esta semana tb me despedi de alguém mt querido devido ao cancro do pulmão...sei bem o q estás a sentir. :(

Muita força.

Bejo enorme

CoriscaRuim disse...

Sabes, o cancro é a coisa que odeio na minha vida...Não odeio mais nada, apenas esta doença...O seu poder destrutivo é tão grande, que nem sei explicar, porque não é só o doente que sofre, mas as pessoas que o amam também...
Vai fazer dois anos que perdi o meu pai, levou-o um fulminante cancro de pulmão num mês e meio...E todos os dias me custa um bocadinho...São as saudades...Aparecem, manhosas, lá volta e meia...
Muitas forças para ti e para os teus...Lembra-te sempre dos momentos bons que partilharam pois estes são uma arma poderosa...

Bjins grandes *

Gracinha disse...

Os meus sentimentos. É sempre doloroso perder alguém de quem se gosta muito. Restam-nos as boas lembranças, essas nunca partem. Muita força.

Beijinho

Matilde disse...

Sinto pela tua perda. Não consigo imaginar o que possas estar a passar. Muita força.

mari disse...

:(
força**

Victoria disse...

Os meus sentimentos.

Um beijinho

butterfly disse...

Lamento imenso ;(
Também perdi uma tia devido ao cancro, não é nada fácil, imagino o que estas a sentir.
Só posso te desejar muita força.
Um abraço bem apertado.beijinhos

Manuela disse...

Querida Teardrop, um abraço.

Pepita Chocolate disse...

Não posso dizer que sei o que sentes, porque cada um sente a dor à sua maneira, porque a vida de quem parte também nos fez acolher um viver diferente. Mas sei que a dor é sempre muita, a revolta outro tanto, e a impossibilidade de fazer algo muitas vezes também se coloca.

Também já perdi várias pessoas de quem gostava assim, e sei que dor é forte, cortante, que nos estrangula.

Tu tens a possibilidade de fazer alguma coisa e é essa esperança que te pode sedar a dor que sentes.
Força.Muita força é o que te desejo.

Beijinho

Polly disse...

Lamento muito a tua perda. Recentemente também perdi um elemento da minha família pelos mesmos motivos, e não há palavras que nos aliviam a alma ou nos ofereçam algum conforto. No meu caso é o recordar esse alguém nas coisas mais simples da vida, nas coisas mais banais e que ele tanto gostava...

Beijinhos sentidos, Polly

stiletto disse...

Espero, do fundo do coração, que tu e a tua irmã tenham sucesso nesta luta tão desigual. E muita força, que as boas lembranças te aconcheguem o coração.

Maria Eugenia disse...

Lamento imenso! Força!

Daniela Pereira disse...

Lamento mesmo muito muito... :/

guida disse...

Lamento muito. Que as memórias fiquem gravadas no coração. beijos

Lux disse...

Querida, também essa doença, me tirou pessoas de quem gostava muito, mas pelo menos sei que foi uma batalha renhida, num dos casos, e o mais proximo, que durou mais de 23 anos (é muito tempo para se sofrer!) e que, para mim ganhou a batalha... Com optimismo e orgulho!
Continuem a trabalhar nesta área, onde ainda há tanto por fazer!
Lamento a tua perda...

Beijinho, Lux

Claudia disse...

Lamento muito...

Muita força e um beijinho muito grande