sábado, 16 de abril de 2011

Coisas que preferia não ouvir...

Por diversas circunstâncias, este mês fiquei com cerca de 1/4 do meu ordenado (para ser mais rigorosa, 26%) para viver durante o mês... Se eu ganhasse 4.000 euros, a coisa não seria problemática. Sim, também não me posso queixar de tudo, tenho a sorte de não pagar o gasóleo e de almoçar por menos de 4€.


Por isso quando me dizem "não sei como gastas tanto dinheiro" eu fico sem vontade de responder. Na verdade, não sei é como consegui esticar tanto o dinheiro para ainda ter algum que chegue até ao final do mês...

3 comentários:

Deia disse...

Bem, não deve seve ser nada fácil não recebermos o ordenado por inteiro. Mas, ouvir alguém a dizer-nos que gastamos demasiado, deve ser bem pior, tendo em conta que nos esforçamos para o esticar.
Força, melhores dias virão...

hierra disse...

Enfim, n deve ser fácil..mas ainda há tempos ouvi alguém com pouquíssimos recursos que fazia uma gestão tão apertada dos mesmos que por mais infimos que fossem, acabava por lhe sobrar dinheiro! Enfim, talvez esticando muito, muito se consiga

Marta disse...

é a ginastica que temos de fazer..
beijinhos