segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

À mulher de César não basta sê-lo, tem de parecê-lo

Por vezes ser low profile não rende muito...

6 comentários:

S* disse...

Demasiado low profile é ser... invisível.

Lita disse...

eu acho que temos que encontrar o compromisso entre o low e o high... o compromisso com que nos sentimos bem, respeitadas e com apenas a visibilidade suficiente....

Lux disse...

Desde pequena que essa frase me foi incumbida pelo "meu mentor"... o meu padrinho que é como se fosse meu pai, e a pessoa mais esperta e inteligente que conheço...
Agora concordo que na vida temos que encontrar a nossa posição, a nossa essência, aquilo que somos, e usá-la a nosso favor.

xoxo
Lux

Mary disse...

É verdade! Ser low profile na nossa sociedade pode ser pouco compensador... É triste, mas começo a achar que interessa é "parecer" cada vez mais, mesmo que se "seja" cada vez menos...
http://amarycanlife.blogspot.com/

D. disse...

No meio é que está a virtude.

MAG disse...

Era o que o meu chefe repetia todos os dias aos estagiários. Tínhamos de trabalhar de fatinho e parecer.

Bjs