sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Vidas

Hoje de manhã, enquanto esperava pela minha mãe, assisti a uma cena que não me sai da cabeça. Sempre fui assim, ao observar situações como a que vou descrever, fico triste, com o coração abalado e com uma sensação de impotência que me corrói a alma.
Um velho mendigo (pelo menos era o que parecia), agarrava em duas laranjas para comprar. Do bolso tirou umas moedas que mal chegavam para pagar os 45 cêntimos. Tive vontade de ir lá e pagar-lhe aquilo, mas nunca sabemos como vão reagir as pessoas. A rapariga que estava na caixa, com uma falta de sensibilidade atroz, só ia dizendo que faltavam não sei quantos cêntimos... O senhor mal se entendia com as moedas que tinha na mão. Saiu da loja, sentou-se numa mesa e a sofreguidão com que descascou e comeu as laranjas deixou-me no estado que descrevi anteriormente.
É algo de que tenho muito medo. Se hoje estamos numa situação estável, amanhã nunca sabemos o que nos espera. Nestas alturas peço sempre que ninguém mais tenha que passar por estas situações, mas infelizmente elas vêem-se cada vez mais por aí. A mim dói-me ver isto, continua a doer-me como sempre me doeu...

10 comentários:

Sonhadora disse...

Eu nem sei bem o que dizer porque às vezes a sua maioria não quer trabalhar...

Myosotis disse...

Compreendo-te perfeitamente. Sinto o mesmo quando vejo situações dessas. É realmente muito triste ver um ser humano chegar a esse estado :(

**Beijinhos**

Ana disse...

Custa-me imenso também :( Quaisquer que sejam os motivos que levam um ser humano a chegar a esse ponto, fico sempre sentida quando vejo situações dessas.

Beijinho querida

MissGummyBear disse...

Acredia, como te compreendo. mas a pessoas como essa empregada, que acham que tudo dura para sempre, estas situações parecem não dizer nada.
Querida, tens Miminhos no meu cantinho :)

nuvem.de.algodão doce disse...

A mim também custa. Se forem pessoas com crianças, então...
*

Shell disse...

Triste, muito triste *

Sissi disse...

Também me custa muito ver essas situaçoes... e vejo muitas no local onde trabalho, as pessoas contam os "tostões" a ver se chega para tudo, deixam de comprar medicamentos essenciais para puder ter qq coisa para ir à mercearia e vice-versa...

É muito triste ver este tipo de coisas, e sobretudo pensar que são cada vez mais as pessoas nesta situação.

Salvador disse...

Tb a mim me dói, Teardrop... muito.

O meu reflexo disse...

A mim custa-me imenso ver pessoas chegar a esse ponto.

Gracinha disse...

Eu também sei o que é sentir isso. Fico abalada quando sinto que a pessoa é mesmo necessitada e está em sofrimento. E custa-me imenso quando vejo pessoas sem coração a agir da maneira como essa fulana agiu.
Outra coisa que mexe comigo é ver aquelas crianças nas festas, a tocar instrumentos ou a vender balões, por exemplo, quando o lugar delas era na escola...

Os animais abandonados então são o meu calcanhar de Aquiles no que diz respeito a estas questões. Por isso é que fiquei tão sensibilizada com as meninas do blog Bichanos do Porto. Tenho um post no meu cantinho, para as ajudar. Passem por lá, e se puderem ajudem!

Bjinhos

http://tudopodetergraca.blogspot.com