quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Longe

Só quando estamos longe conseguimos perceber determinadas situações. Estava habituada a um emprego onde nunca tinha que me ausentar de casa, vivendo apenas com as ausências dele (praticamente mensais, algumas com muitos dias fora por mês). Quando há quase um ano mudei de emprego, sabia que ia começar a ter que viajar algumas vezes. 

Ontem fui para o Porto em trabalho e coloquei-me nos sapatos dele. Não é mesmo fácil ser quem está longe. Quem fica em casa fica no espaço que é nosso, sente a falta do outro mas continua na casa que é comum. Quem vai para o quarto de hotel silencioso, estranho e vazio acaba por sofrer um bocadinho mais. 

Dormi mal, tive frio... Mas pensei nele e isso reconfortou-me. Estar hoje em casa, jantar com ele e ver a nossa série no sofá foi o melhor que podia ter para terminar mais um dia. Algo tão simples mas que aquece e preenche um coração saudoso.


P.S. Para quem não sabe, a nossa relação já foi uma relação à distância durante algum tempo... mas depois de 4 anos e meio a viver juntos, estas situações começam a ser mais difíceis com o passar do tempo.

15 comentários:

Pepper disse...

Eu as vezes desejo estar um pouco só. Port muito estranho que possa parecer!

Aricia disse...

Eu não vivo com o meu namorado mas a possibilidade de ele fazer erasmus no próximo ano assusta-me um pouco mas por um lado será também uma prova daquilo que sentimos um pelo outro.

Hermione disse...

Eu também este alguns meses (muitos) afastada do meu namorado, e a saudade doía-me imenso, mas pensava muita vez como ele se sentiria. Eu tinha saudades mas estava com as minhas pessoas, em minhas casa. Ele estava longe, e ainda que tivesse três amigos com ele e já tivesse o seu espaço, era diferente...

Felizmente, por agora não há distância... Pelo contrário :)

Roger disse...

É sempre mais difícil para quem está longe, digo-o por experiência própria :/

Ella disse...

Eu não vivo com o meu rapaz mas cada vez que ele está longe nas ferias porque as passa em casa da mãe deixa-me com o coração tão apertadinho

Ella disse...

Eu não vivo com o meu rapaz mas cada vez que ele está longe nas ferias porque as passa em casa da mãe deixa-me com o coração tão apertadinho

imparfait2 disse...

Ohhh que fofo! A cena das série. Todos os casais tem as suas rotinas, pequeninas ou grandes enchem-nos sempre o coração.
Quanto ao estar longe, é :S é sempre complicado, mas depois tens a parte boa! É que no reencontro há sempre algo mais, um desejo maior. Mesmo que seja uma coisinha mínima parece diferente.

Beijinho

Gaja Maria disse...

Passei 20 anos da minha vida a viajar em trabalho, alguns dos quais os meus filhos eram pequenos, custava-me horrores partir mas aquelas pausas na família faziam dos reencontros algo especial

Margarida disse...

Eu estou a 1.30h dele... a distância e as responsabilidades não permitem que larguemos tudo e fujamos para os braços um do outro quando nos apetece... Mas custa. Custa muito.

Helena disse...

Custa sempre, mas ainda mais para quem está longe... mas o regresso a casa e a companhia um do outro ganham um sabor ainda mais especial :) Beijinhos*

DiliciousBlush disse...

Estar longe de quem amamos é dificil e não há nada como a nossa casa :)

catarina disse...

sondagem no meu blog :)

A Pimenta* disse...

Costuma-se dizer que só damos valor às coisas quando deixamos de as ter. Claro que dás muito valor à tua metade, mas há coisas tão simples que nem sempre valorizamos e que em momentos assim percebemos que fazem parte das nossas rotinas e que não queremos perder nunca.

O Blog da S. disse...

Não é fácil, não...

Eleanor Danks disse...

Interesting post and great blog :) Would you like to follow each other? If you decide to, please follow me and leave me a comment so that I can follow you right back :)

http://dreamlovelivefashion.blogspot.co.uk/